sexta-feira, 9 de abril de 2010



Defesa civil ficará em alerta 24hs pelo telefone 156

A equipe da Defesa Civil do município do Natal está percorrendo a cidade desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (09) para verificar e providenciar a resolução dos problemas ocorridos na cidade por causa das chuvas. Nenhuma ocorrência grave foi registrada. Em reunião na sede da Ouvidoria Geral do Município, a prefeita Micarla de Sousa determinou o reforço nas ações de cada pasta para que qualquer ocorrência possa ser atendida com máxima urgência.

A chefe do executivo municipal definiu ainda que a Defesa Civil estará 24hs de plantão para atender as solicitações da população e minimizar os transtornos causados pelas chuvas. Micarla de Sousa enfatizou que o trabalho preventivo da Prefeitura do Natal vem sendo realizado desde janeiro, com a limpeza das lagoas de captação e bueiros, monitoramento e substituição das bombas dessas lagoas e observação das áreas de risco, além das obras de drenagem em vários bairros da cidade. “O resultado dessas ações é a redução dos problemas mesmo com as fortes chuvas”, concluiu.

Balanço das chuvas

De acordo com a equipe da Defesa Civil que vistoriou a cidade, os transtornos maiores foram causados pela pane em nove semáforos por causa da falta de energia elétrica. Constatado o problema, a secretaria municipal de Mobilidade Urbana (Semob) deslocou guardas de trânsito para orientar os motoristas e reparar os equipamentos danificados pela pane elétrica.

Durante a reunião cada secretário fez um balanço das ações preventivas desenvolvidas pela sua pasta, dos encaminhamentos dados aos chamados atendidos e das providências que serão tomadas para atender possíveis casos de alagamentos e desabrigados.

A prefeita acrescentou que duas áreas em que eram comuns os alagamentos, os bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Capim Macio onde a drenagem está em fase de conclusão, não foi registrado nenhum problema. Quanto ao Passo da Pátria, a Prefeitura está substituindo as tubulações metálicas que foram roubadas pelos próprios moradores, por outras de concreto. A chefe do executivo informou que para concluir as obras no Passos da Pátria são necessários ainda R$ 2 milhões e 200 mil do Governo Federal, mas que se os recursos não chegaram, o município vai executar as obras com recursos próprios.


Atendimento 156

Para facilitar o trabalho de atendimento à população, a Prefeitura concentrou todos os chamados no telefone 156 e montou na sede da Ouvidoria uma sala de situação que permite um acompanhamento em tempo real dos problemas e o encaminhamento de soluções às respectivas secretarias.

“Estamos primando pela prevenção e resolução ágil dos danos causados pelas águas, mas, também fazemos um apelo à população para que evite jogar lixo nas ruas e lagoas de captação, que podem entupir os bueiros e causar alagamentos nas ruas”, disse a prefeita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário