Educação Ambiental

Conceito de Educação Ambiental                                                       *Cleyton Araújo

                 O conceito de EA deve uma evolução tanto como sua esfera histórica e também sendo evoluído conforme o conceito de “Meio Ambiente”.
A Conferência de Tbilisi (1977) dá conceito que a EA é definida como uma dimensão dada ao conteúdo à prática da educação, orientada para a resolução dos problemas concretos do Meio Ambiente, através de um enfoque interdisciplinar e de uma participação ativa e responsável de cada individuo e da coletividade (TBILISI, 1977).
A Lei nº. 9.795, de 27 de abril de 1999, da continuidade ao que a Constituição fala sobre Meio Ambiente.


Art. 1º Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. (Lei n. 9.795/99)

 
                  Conceito de Meio Ambiente

                  Segundo (SILVA apud, DA MATA, p.108 e 109, 2009.), o conceito de Meio Ambiente divide-se em dimensões especifica para cada momento e espaço. Dividem-se.
Meio Ambiente artificial, que são espaços urbanos, construções civil, edificações, planos arquitetônicos, ambientes públicos (praças, ruas, avenidas, espaços verdes, todas as ares livres de uma urbanização) e toda forma de representar o Meio Ambiente;
Meio Ambiente cultural, iterado elo patrimônio histórico, artístico, arqueológico, paisagístico, turístico, que, embora artificial, em regras, também é artificial;
Meio Ambiente natural ou físico, constituído pelo solo, a água, o ar, atmosfera, a flora, enfim, pela interação dos seres vivos e seus meios, com o ambiente físico que ocupam.
 
              Conceito de Sustentabilidade

             Sustentabilidade está relacionada à percepção de conservação, reutilização de matérias primas, continuidade de um processo e reutilização e conservação. (NOVAES, 2000, p. 40) destaca varias formas e meio do termo sustentabilidade. 1. Sustentabilidade Ambiental - Voltada para as formas de flora e fauna e vários biomas; 2. Sustentabilidade Social - Combate a desigualdade social, combate a pobreza e política publica; 3. Sustentabilidade Política - Construção da cidadania de forma coletiva e seu envolvimento do processo social; 4. Sustentabilidade Econômica - Utilização eficiente dos recursos financeiros; 5. Sustentabilidade Demográfica - Limitação de determinado território, respeitando suas capacidades naturais; 6. Sustentabilidade Cultural - Tende - se a manutenção da diversidade cultural e costumes de um povo ou localidade; 7. Sustentabilidade Espacial – voltada para uma forma avançada de relação inter-regional ou interinstitucional.

                 Objetivos e princípios da Educação Ambiental

                Os objetivos da EA segundo (DIAS, 1992, p. 111) é fomentar a consciência dos cidadãos; dar conhecimento, para que o mesmo possa trabalhar a EA no seu cotidiano; comportamento, estar envolvido em interesses voltados a pratica Ambiental; habilidades, que tenha habilidades em identificar os problemas e causas e a participação, que o cidadão participe ativamente das resoluções, planos e projetos da EA no seu cotidiano social.
A lei que institui a Política Nacional de Educação Ambiental Lei número 9.795 de 27 de abril de 1999 estabelece em seu artigo 4º os princípios básicos da EA.


Art. 4º São princípios básicos da educação ambiental:

I - o enfoque humanista, holístico, democrático e participativo;
II - a concepção do meio ambiente em sua totalidade, considerando a interdependência entre o meio natural, o sócio-econômico e o cultural, sob o enfoque da sustentabilidade;
III - o pluralismo de idéias e concepções pedagógicas, na perspectiva da inter, multi e transdisciplinaridade;
IV - a vinculação entre a ética, a educação, o trabalho e as práticas sociais;
V - a garantia de continuidade e permanência do processo educativo;
VI - a permanente avaliação crítica do processo educativo;
VII - a abordagem articulada das questões ambientais locais, regionais, nacionais e globais;
VIII - o reconhecimento e o respeito à pluralidade e à diversidade individual e cultural. (Lei nº. 9.795, de 1999. Art. 4º).

                Com uma legislação voltada para os princípios da Educação Ambiental e cartas, conferências, encontros e sanções das Nações Unidas, é inconformável que não trabalhe-se a EA no Ensino Fundamental como manda os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN nas instituições de ensino formal.